[FP] Alistair Taylor Frost

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Alistair Taylor Frost

Mensagem por Alistair Taylor Frost em Qua Dez 31, 2014 5:06 pm

Alistair Taylor Frost
13 de abril de 1996 | 18 anos | Popular Boys, Actors, Party People | Harry Goodwins
Quem confiou os seus segredos a outra pessoa, fez-se escravo dela.
personality
À primeira vista o belo loiro de olhos azuis penetrantes e corpo esbelto é descrito como angelical e dócil, entretanto por trás de sua máscara de gentileza se esconde um ser atormentado e deturbado, acostumado a deixar seus sentimentos e emoções trancafiadas a sete chaves no fundo de sua alma. Com uma repugnância extrema com pessoas curiosas, ele evita a todo custo das pessoas aproximarem-se demais de sua vida pessoal, de chegarem em qualquer local pessoal do mesmo e revirá-lo ou de dar satisfações. Dominador, o loiro gosta de ordenar apesar de sempre o fazê-lo de forma educada, com sorrisos e falas mansas, e quando é lhe negado o que ele quer pode ser volátil do nada e sua imprevisibilidade o faz a pior das criaturas. Seus vícios são um grande problema na vida do mentiroso, tornando-o um compulsivo por sexo, sempre reprimindo seus desejos em público para não fazê-lo se atracar com quem ver pela frente e rasgar suas roupas, seus desejos ardentes queimando-o sempre por dentro. Sua mente é um verdadeiro campo de batalha, onde a razão e as fantasias se confrontam e o fazem ser melancolicamente sensual e ao mesmo tempo tristonho e pensativo, pensando nas consequências de atos passados e sempre fazendo-o se sentir numa longa estrada à busca de liberdade de algo desconhecido, que aprisiona-o.
life story
Como descrever o dia glorioso que Evangelina trouxe ao mundo o loiro de olhos tão azuis quanto um céu límpido no verão ou o vasto oceano azul? Como descrever o amor que ele recebeu de seu orgulhoso pai, Diego, ao ver o bebê vir ao mundo? O casal, composto por uma famosa estilista e um renomado chef de cozinha, sempre decidiu dar toda a atenção para a criança, mimando-a. Mary nunca quisera ter filhos, por isto se operou para não engravidar mais depois de seu pequeno anjo, que desde cedo sempre soubera que nunca iria ter companhia, o que poderia ser triste, mas seus pais faziam o máximo para ele sentir-se confortável neste mundo cruel, e seus pais nunca arrependeram-se da decisão de não terem mais filhos; um era o suficiente. Ele cresceu em inteligência e beleza, sempre se sobressaindo aos outros alunos ao escrever, suas ideias eram fascinantes e ele apenas não se saía bem no esporte, porém se esforçava com tanto esmero que quando fazia um único gol depois de semanas todos viravam os olhos para o garoto, fazendo-o sentir-se sempre vitorioso. Isto o incitava a não temer as dificuldades que viriam na adolescência, mas também o fazia ser autoconfiante, nunca preocupando-se com o próximo a não ser ter os holofotes e os aplausos dos outros focados em sua majestosidade.

Aos 16 anos, ele tornava-se um dos melhores alunos e tinha vagas garantidas nas melhores escolas ou faculdades daqui a alguns anos. Aos 17, ainda não se interessava por namoro, sua consciência o prevenia quanto às distrações. Ele preferia garantir o futuro para si, pois, apesar dos mimos, ele entendia que deveria ter uma identidade própria - conquistar seu sucesso por sua própria inteligência, conseguir o que quer com seu próprio esforço e não conseguir graça aos méritos de seus pais. Com este pensamento ele se formou no segundo ano e seus pais o surpreenderam; eles iriam se mudar de toda a beleza de Moscou, Rússia, para irem para a insignificante Califórnia, mais precisamente viverem em São Francisco. Não haveria sossego. Ele planejava cursar o terceiro e último ano numa das melhores escolas de Moscou, depois, iria cursar faculdade de História em São Petersburgo, voltando a morar em Moscou vivendo num edifício que perto de um zoológico com frente para o parque. Todos os planos estavam traçados, tudo estava planejado! Como ele viveria? Segundo seus pais, o emprego de Evangelina a levava para os Estados Unidos, e os hotéis de Diego eram melhores por ali. A contragosto, ele decidiu ir, o que foi um desastre; o frio predominante na Rússia não existia em São Francisco, o calor era causticante, as pessoas usavam roupas diferentes e suas roupas nunca combinavam naquele local. Determinado a dar uma "lição" em seus pais, Ali decidiu ir morar com um tio seu chamado Richard, tão belo quanto seu pai, irmão do mesmo. Foi uma surpresa enorme, mas eles respeitaram os gostos de seu filho e o deixaram partir.

Atualmente, Alistair mora com seu tio sós, em Clermont, na Pensilvânia. Ele cursa a Clermont Day School e segredos passados continuam enterrados.
Andy | MP | 17
avatar
Alistair Taylor Frost

Mensagens : 4
Data de inscrição : 31/12/2014
Idade : 21
Localização : Pensilvânia, Clermont

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum